domingo, 13 de dezembro de 2009

Carpe Diem




"Não indagues muito:é cruel querer saber
que fim nos reservaram os deuses;nem
fiques consultando os números babilônios.
´Pode ser que Júpiter te conceda muitos invernos,
ou sómente este último, como expressa agora
o mar Tirreno ao bater nas rochas.
Sê sensato, bebe teu vinho e abrevia as longas esperanças,
pois o tempo foge enquanto aqui parlamos.
CURTE O DIA DE HOJE - não te fies no futuro!"


Horácio, poeta latino.

4 comentários:

Susana disse...

Olá Rory,
sábias palavras as tuas, essa é a minha filosofia de vida que tento seguir umas vezes consigo outras nem tanto...

Beijinhos:)

Sonhadoremfulltime disse...

Olá Rosy
confesso a minha ignorância, mas não conhecia.
Obrigado por nos trazer essa lição de vida.

beijo

Luz disse...

Olá Rosy,
Muito conhecido este texto, quem não se lembra de Carpe Diem!?
É de facto isso que devemos fazer no nosso dia-a-dia, sempre mantendo as nossas convicções e sem medo. Nem sempre é fácil, mas como sabemos, ninguém disse que o seria e, infelizmente são algumas vezes em que temos tendência para complicar, assumo-o também e, prefiro simplificar e objectivar, mas não sou perfeita!
Aqui é-nos dada uma grande lição que bem fazemos por colocar em prática.

Bjo de Luz

Guakjas disse...

Excelente poeta!
O excelente carpe diem horaciano!

Ele foi a grande influência do Reis...

Genial!
Aconselho-vos a passar pelo Google e a deliciar-se com a sua poesia!

Kiss