quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

A Traição de Psiquê !




Olá, a todos que tem seguido O Poder das Palavras.
Para quem não sabe informo, que este Blog concorreu no Desafio proposto pelo:
http://sonhoemmim.blogspot.com/, em que se baseava em adivinhar os dois títulos dos textos que o autor participou neste livro aqui ilustrado. A minha participação acabou por subir as expectativas com a minha persistência, e assim consegui acertar o 1º titulo.. e embora não conseguisse acertar o 2º titulo, nomearam-me vencedora do desafio. Assim sendo, devem se perguntar, qual terá sido então o prémio do desafio? O prémio foi, nada mais, nada menos um exemplar do mesmo livro aí ilustrado, que já me chegou às mãos ontem. Quero assim agradecer o gesto ao Sonhador Full Time, responsável pelo desafio.

No exemplar que recebi tinha também uma pequena dedicatória, que vos vou transcrever:

"Rosy,

 É com o maior apreço que lhe ofereço esta colectânea sobre o amor e erotismo, os pais devem fazer sempre parte da nossa vida, no bom sentido da palavra.
Espero que lhe proporcione alguns momentos de boa leitura.
Mas, eu apenas apurei os meus cinco sentidos na construção de um poema e libertei-o para jamais sentir o desespero do só."

Agradeço assim mais uma vez por esta dedicatória e que os seus cinco sentidos continuem apurados sempre.
É com grande carinho que guardarei este livro especialmente, e que o sentirei, lendo cada palavra, cada forma, cada sentimento expresso. Uma vez mais, dou os Parabéns a si e a todos os que participaram na elaboração do livro, que o conseguiram muito bem.

Quem gostar de ler poesia, aconselho a lerem este exemplar, que estará publicado em 10 livrarias de todo o país.. para mais informações consultem o blog do Sonhador Full Time já mencionado anteriormente.



Aproveito também para desejar a todos os leitores um Feliz 2010, e que este novo ano nos apure mais os nossos sentidos e que assim possamos expressar e libertar tudo o que nos vai na alma, não deixando a dor se alojar dentro de nós, ocupando o espaço que deveria ser ocupado pelo Amor! Boas Entradas para Todos! Até 2010!







segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

* Porta *





Perante mim estão umas escadas sinuosas,
Escadas que vou subindo a cada suspiro,
Escadas envoltas por uma véu negro,
Escadas perigosas e apetecidas.

Elas são o meu caminho a percorrer,
Sendo minha única missão avançar,
Não importa o passado mas sim correr,
Correr para a porta alcançar!

No topo das escadas já consigo sentir a porta,
A porta que marca o limite entre dois mundos paralelos.
Em que a escuridão acaba e a luminosidade começa.
Em que a realidade acaba e a magia encanta.

É esta magia que desejo alcançar e sentir!
Vivendo entre a Luz e o Amor,
Vivendo entre a Felicidade e o Sonho!
Agarro esta Porta com minhas mãos vencendo.
  Poema: Rosy
Imagem: Quadro pintado pela minha irmã.

domingo, 20 de dezembro de 2009

Quero Sentir a Tua Melodia..




Todos nós somos constituídos por uma melodia,
Talvez uns com melodias mais sonantes que outros,
Uns com melodias apaixonas e criativas,
Enquanto outros com melodias revoltadas e desafinadas.

A Minha melodia é aquela que te acalma, a balada.
Minha voz num timbre baixo sai de minha boca,
Tocando não os céus, mas sim as almas ouvintes.
Ela aproxima-se de ti com um laço que une meu coração.

Assim desejo sentir a tua melodia,
Assim desejo sentir a sua letra,
E me envolver com ela,
Escrevendo suas notas musicais em minha pauta.

Minha pauta onde guardo as melodias que tem mais brilho,
Melodias que me arrepiam quando são tocadas,
Melodias que me iluminam e acalmam,
Melodias especiais e originais que me enfeitiçam!



terça-feira, 15 de dezembro de 2009

No Mundo de Meus Sonhos..






No mundo de Meus Sonhos todos são Poetas de si mesmo,
Todos são actores de uma peça de fantasia e comédia,
Todos são cantores da sua própria melodia,
Todos são pintores de seu retrato!

No Mundo de Meus Sonhos vive-se unicamente o Amor.
O Amor entre o alegre e o triste,
O Amor entre aquele que dá e aquele que recebe,
O Amor entre aquele que partiu e aquele que ficou!

No mundo de Meus Sonhos há brilho em cada ser,
Sejam Seres aquáticos presos no fundo dos mares,
Sejam Seres que livremente voam novos ares.
Todos nós brilhamos como pequenos Diamantes,
Limpos e polidos prontos a ser utilizados,
Ou então ainda em fase de limpeza.

No Mundo de Meus Sonhos todos tem direito á verdadeira felicidade,
Todos cantam seus sentimentos correspondidos,
Todos desenham corpos suados de dar amor,
Todos sentem este pincel pintando estes Desejos!


domingo, 13 de dezembro de 2009

Carpe Diem




"Não indagues muito:é cruel querer saber
que fim nos reservaram os deuses;nem
fiques consultando os números babilônios.
´Pode ser que Júpiter te conceda muitos invernos,
ou sómente este último, como expressa agora
o mar Tirreno ao bater nas rochas.
Sê sensato, bebe teu vinho e abrevia as longas esperanças,
pois o tempo foge enquanto aqui parlamos.
CURTE O DIA DE HOJE - não te fies no futuro!"


Horácio, poeta latino.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Há dias....







Há dias em que acordamos e parece que tudo vai correr mal..
e ao final do dia nos parece um dia inesquecível.
Há dias em que o sol nos parece dar um sorriso,
e ao final do dia só nos apetece esquece-lo.

Há dias em que rimos de tudo e nada,
e dentro de nós está presente a tristeza.
Há dias que nos marcam por uma data especial...
E outros que são marcados por acontecimento especial!

Há dias que dentro de nós tudo parece fazer sentido,
E outros que nada faz sentido!
Há dias em que dentro de nós tudo parece nos motivar e nos inspirar,
E outros em que nada nos motiva e inspira!

Há dias ansiosos que cada segundo parece uma hora,
E outros em que uma hora parece um segundo!
Há dias assim em que nos apetece filosofar,
E outros em que a nossa filosofia nos parece escapar!

Os dias são assim efémeros e imprevisíveis,
Só nos resta apenas embebê-los com toda a energia.
Para que assim não deixemos os restos para outras pessoas!
Assim espero que este trocadilho te faça sentido,
porque a mim nada me fez sentido!

..... ( Vazio) ....


 
Não sei que nome hei-de dar a este conjunto de palavras,
O que sei é que nada se passa dentro de meu Coração,
Não sei que sentir é este que me oprime e enfraquece,
O que sei é que irei superar esta ferida desenlaçada de minha mão.

Nada sei acerca do mundo e do Futuro que me anseia,
Sei apenas aquilo que desejo, uma verdadeira felicidade!
Meu exterior tem etiquetas que me entristecem na obscuridade,
Mas meu interior está repleto de raros Valores que ninguém vê!

O Desejo de um amor cúmplice permanece em mim,
A Mágoa de paixões em ferida permanece em mim,
O lastro que comenda meu FADO Aguçado permanece em mim,
O Sonho da arte do sentir e de expressar permanece em mim!

A Dor lateja em mim permanentemente sem escrúpulos,
Até que fique sem forças para respirar.
A Esperança me acolhe embalando docemente meu leito,
Transmitindo em seus carinhos que tudo irá acabar!



sábado, 21 de novembro de 2009

Mundo Fraco..




A Fraqueza vem de encontro a mim,
Ela me presenteia com sua palidez,
Ela me cerca assim com sua estranheza,
E assim me corrói e me leva um bocadinho de cada vez!

Vulnerável estou a este mundo infectado pela maldade,
Maldade cruel e seguidora de aparências exteriores.
Elas nada te dizem sobre a essência que existe em cada ser,
Ainda assim te vês manipulado por elas e assim vês aquilo que apenas entendes.

Quanto mais procurar conhecer por essa aparência, menos conhecerá!
E assim ficará com um conhecimento falso e tudo em ti se tornará.
Quanto mais julgar essa aparência, mais julgado será!
E assim num ciclo se cria um mundo meramente hipócrita!

Hipócrita sim, pois nada nele é completamente verdadeiro.
Porque neste mundo se criticam valores outrora admirados.
Porque neste mundo o desrespeito entre seres é algo normal.
O mundo assim está e eu com ele enfraquecida estou pelo mal!


domingo, 15 de novembro de 2009

Nostalgia..





Hoje acordei docemente pela luz do sol, 
Logo percebi que não havia ninguém a meu lado, 
Que desilusão depois de meus sonhos assim despertar, 
E assim sentir tua ausência mas continuando a amar!
                                 Minha alma permanece num cenário que ninguém se atreve a pintar, 
Minha alma afastada de outras para não mais ninguém a tocar,
Minha alma escurecida pelos trilhos que o sangue a levou,
Minha alma em perigo pela ausência de segurança se aventurou.


Se aventura agora pelas veias de seus sentires,
Sentires onde o vermelho ordena e o preto bloqueia,
Sentires onde o coração veste preto em luto a seu sangue,
Sangue venenoso que sempre paralisou seus correspondentes.


Assim um dia virá em que esta alma amará incondicionalmente,
Assim um dia virá em que o sol iluminará seu coração em luto,
Anulando assim o sangue venenoso, transformando-o em sangue amante,
Sangue amante por seus sentires e emoções vividas agora em completo.

sábado, 14 de novembro de 2009

Mais um desafio..



 
Este selo e desafio foi-me oferecido pelo blogue http://atomovida.blogspot.com/.
O meu muito obrigada Luz!

Para participar é preciso:
1ºseguir as regras;
2º levar o selo que o identifica, quem está, esteve ou estará no desafio;
3º completar as frases:
a) Eu já…
b) Eu nunca…
c) Eu sei…
d) Eu quero…
e) Eu sonho…
4º depois de completar as frases, indique 5 blogues para dar sequência ao desafio.

Assim sendo as minhas respostas são:
a) Eu já
sei dar valor às pequenas coisas da vida.
b) Eu nunca irei parar de acreditar nos meus sonhos e objectivos na vida.
c) Eu sei aceitar as tormentas da vida, e transforma-las em degraus alcançados.
d) Eu quero um dia poder adormecer com a sensação de estar completa, feliz.
e) Eu sonho em um dia poder transmitir a minha auto-biografia para assim poder dar força a outros e contribuir para um mundo melhor.

Passo este desafio aos seguintes blogues:



Agora revelem-se um pouco...



terça-feira, 3 de novembro de 2009

Senti(R)mento!







Não sei, que escrever ou sentir?


Não sei, quanto tempo mais vou eu esperar?


Não sei, quanto gosto eu ainda de ti?


Não sei, qual o próximo passo que iremos dar?





O nevoeiro tem-me cercado dia e noite,


Ele me segue deixando um rasto de esperança,


Uma esperança talvez ilusória saindo de meu coração,


Meu coração preso ao teu por uma renascida aliança.





Respirando assim cada segundo como o ultimo...


E sentindo cada vez mais alto todos os momentos.


Eu estou vivendo nesta dança de sentires,


Sentires que se renovam em mim como o ar que respiramos!





Sinto assim uma Paz capaz de abraçar o mundo,


Capaz de te amar e assim renascermos de uma água purificada,


Uma Água Purificada por minhas lágrimas derramadas e esquecidas,


Esquecidas por minhas energias positivas e agora fortalecidas!

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Um presente... Um desafio!




Ontém fui presenteada com este selo pelo, http://atomovida.blogspot.com/desde já o meu obrigada e, ao qual terei de responder aos seguintes itens:

1- Escrever uma lista com 8 caracteristicas
2- Convidar 8 bloggers para receber o selo
3- Comentar no blog de quem lhe deu o selo
4- Comentar no blog de quem escolheu.

Dizem que é difícil falarmos sobre nós próprios, e dizem que é quem melhor que os outros para falar de nós, no entanto, eu acredito e defendo que temos o dever de nos conhecermos também para que nos possamos caracterizar, descobrirmo-nos e, depois deixar que nos descubram.

Assim sendo aqui vai resumidamente:

Lutadora
 Sensível

Amiga
Simpática
Verdadeira
Sonhadora
Positiva
...e, muito mais...
as qualidades e, os defeitos que todos temos :)


                                              Os blogues que vou enviar este presente são:

http://atomovida.blogspot.com/
http://a-traicao-do-eu.blogspot.com/
http://flordodeserto.blogspot.com/
http://sonhandolivremente.blogspot.com/
http://gostodegostar.blogspot.com/
http://resdochao-esquerdo.blogspot.com/
http://miolo3.blogspot.com/
                                                 http://analucia-famintodesaber.blogspot.com/

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Estrela tao perto, e tao distante...



Acordo levemente pelo sonho adormecido,
Adormecido, mas nunca esquecido,
Como aquela estrela que queremos muito abraçar,
Mas que na realidade nunca a conseguiremos tocar.

Minha alma continua lutando por essa estrela,
Que daqui parece estar tão perto,
Tão perto de a querer beijar e abraça-la,
Que a distância entre nós deixa de existir!

Docemente vejo em si seu sorriso,
Sorriso que me transmite uma luz positiva e protectora,
E assim nossa energia nos completará por um todo,
Um todo agora quebrando as barreiras que nos separa.

Essa estrela continua existindo agora no meio de nós,
E no meio de nós sua Alma me atrai para sua essência,
E assim meu desejo permanece em aproximar-nos,
Para assim Vencermos esta sentida distancia!

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Caminhada...





Atrás de mim começo a ouvir o mar agitado livremente,
Livremente ele começa a aproximar-se do meu EU,
Do meu EU que está em cima de escadas sinuosas,
Sinuosas pedras que eu ando juntando num monte.

Assim como o mar livremente vagueia, eu também.
Assim como o mar é admirado, eu também.
Assim como o mar causa tempestade, eu também.
Assim como o mar é rodeado e limpo pelas rochas, eu também.

Este mar que é, tanto odiado como amado sempre me fascinou,
Tanto pela sua imensidão, como pela sua limpidez que me libertou,
Em suas águas reflectindo memórias tanto odiadas como amadas,
E assim deixo que a própria corrente marítima comande estas águas.

Talvez assim ao verem este mar vejam minhas duas faces reflectidas,
Como um sopro vagueando docemente e embalando um mundo,
Um mundo que nos pertence entre dois extremos com diferentes pegadas,
Pegadas benignas ou não, estou assim caminhando…

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Presente....




O Presente está perpetuado em mim em cada segundo,
Cada segundo que é marcado pela tua ausência,
Ausência que tento esquecer sugando o ar que respiro,
Respiro assim um Presente mais certo que o Futuro!

Neste presente há fantasmas que me deixam na ilusão,
Ilusão em que vivo em constante ciclo sem fim,
Sem fim procuro-te entre as gavetas de meu coração,
Meu coração que vive ainda na esperança de um sim.

Nem esta distância fez cortar nossa afinidade,
Afinidade presa aos nossos fantasmas do Presente,
Fantasmas do Presente que desejamos contra eles lutar juntos,
Juntos iremos dar um laço a este solitário Presente.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Num dia de Chuva...




Adormeço com minhas faces lavadas em lágrimas,
E assim lágrimas caíram como chuva em mim,
Percorrendo minha essência e meus sentires,
Sentires cinzentos, num dia que me pertences!

E assim este dia nasceu sem sol,
Mas com chuva que caiu de meu coração lá fora,
E assim podes-te sentir-me enquanto chovia,
E eu ver teus olhos tristes e sentir tua vibração possuidora.

E assim este dia passou em branco como eu,
E o sol me acordou num lindo amanhecer, talvez ilusório,
Tudo aquilo que sinto não é mais real, nem mesmo eu,
E a chuva assim desapareceu entre um céu não mais cinzento!

Um céu talvez azul se pôs, abrindo-se para mim,
Não sei mais distinguir o céu do oceano, talvez pela sua imensidão.
Uma imensidão em que me perco constantemente sem direcção.
Sem direcção estou caminhando entre um mundo de ilusão!

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Sangue de Pedra....




Estou a escrever das minhas ultimas pedras que me atiraram,
Estas pedras bem aguçadas que em mim acertaram,
Elas logo que nasci me apontaram como um de seus jogos,
Elas ainda hoje me atormentam e acertam como facadas.

Elas fazem parte de meu sangue a que eu ignoro,
Ignoro porque meu coração em pedra está pelo sangue,
Porque o seu efeito em mim é mortífero,
E eu assim ando sobrevivendo e bebendo deste sangue!

Eu desejo purificar-me extraindo-o até á ultima gota,
E assim numa sepultura o enterrar e esquecer,
Esquecer aquilo que vivi com ele atormentada,
Aquilo que ando suportando e sofrendo na pele dia-a-dia sem viver.

Nunca neste meu mundo vi uma alma tão maligna envolvendo o sangue,
Porque no que diz respeito a sangue as melhores virtudes se vêem.
E tinha logo de envolver o meu sangue, como que castigo lamentável.
Tocando no meu EU sem escrúpulos, razões ou deuses que se crêem!

E minha alma desamparada quase perdi, mas acreditando me salvei.
Com as forças benignas de meu lado, presentes em minha vida perpetuada,
Assim eu cresci numa linha torta, num sangue venenoso e numa pedra sempre aguçada,
Mas ainda assim lutando e acreditando num lugar magico de paz e alegria duradoura!

terça-feira, 12 de maio de 2009

Herrar é Umano!









Lutar pelo futuro mais sorridente possível,
Lutar contra o veneno que se transmite num sopro,
Lutar por aquilo a que nasci incompreensível,
Lutar contra o boneco ideal plano.

A imperfeição já não mais me assusta,
Pois ela nos leva a distinguir a verdade de nós próprios.
Quanto mais julgamos o pecado, mais ele se torna nosso.
Correndo assim o risco de nos tornarmos desumanos!

Assim nos tornaremos pedra face ao mundo que nos foi destinado.
E assim a pedra verá todos os que vão passando atentamente,
Deixando-se ficar com as marcas dos que passam,
Esquecendo-se que ela está inserida nesse mundo,
E que o mundo gira em si mesma a transformando!

A Humanidade é o traçado entre a partilha de alegria e dor,
E assim o erro nos culpará por uma vida até á ultima escada,
Como que se nos perseguisse num olhar envolto,
Um olhar envolto do mesmo erro que nos tornou em pecador.

terça-feira, 28 de abril de 2009

Viagem......



De manha entre brumas entro no mundo da cidade,
Com a agitação estremunhada habitual despertando,
Dou passos acertados pelo futuro correndo,
Entro em meu local buscando o sorriso dele.

Num local distinto onde afinidades se criaram,
Onde discussões deram lugar a lágrimas,
Onde piadas criaram uma corrente de gargalhadas,
Onde me vejo a tirar lições em cada dia.

Tudo isto normal seria, se não tratasse deste grupo,
Sim, este grupo tão diversificado e tão seu,
Num envolto de vidas e crenças complexas nos aproximando,
Aproximando-nos em lágrimas ou alegrias que o destino nos deu!

Hoje vejo a sua importância no meio de vidas pessoalmente,
Hoje sou capaz de sorrir perante minhas lágrimas passadas,
Hoje sou feliz assim, caminhando perante vós,
E perante vós ouvir uma esperança fortalecedora calmamente!

domingo, 19 de abril de 2009

O Retorno





Eu estou caminhando sozinha,
Sem abraço que alguém me de,
Sem Alguém que me grite,
Eu assim livremente caindo sem volta.

Estou sentindo o vento a fustigar a minha cara,
Estou sentindo o vento a envolver-se em meus cabelos,
O Abismo está aproximando-se cada vez mais,
E eu sorrindo para ele entro nesse mundo entre tristezas e receios!

Depois de muita resistência e luta vejo uma luz a palpitar,
Essa luz indefinida que talvez venha de meu coração,
Palpitando dentro de mim ao ritmo de meu coração,
Envolvendo o meu corpo e alma a cantar!

A cantar uma energia positiva possuidora,
Energia que pulsa de meu coração,
Coração desejoso de te sentir na mesma sintonia,
Sintonia que nos une para sempre numa visão!

Visão esta que me cobre em esperança de um amanhecer,
Amanhecer com um sol sorrindo iluminando-nos e envolvendo-nos,
Envolvendo-nos com a brisa de um manso mar felicitando-nos,
Felicitando-nos pela eternidade cantando até as trevas nos envolver!

segunda-feira, 23 de março de 2009

Solidão Amante....




Somem-se os dias banais,
Os dias em que nada de mágico acontece,
Os dias em que minha alma permanece na solidão,
Nesta solidão precoce do lastro do coração.

Minha alma permanece dura e fria,
Mesmo ao raiar o calor do Sol,
Meu amor intrínseco e lacrado em meu lastro,
Meu amor desejoso por gritar até ao fim do dia!

Vejo em teus olhos uma esperança permanente,
Vejo em teus olhos uma oportunidade perdida outrora,
Percorre-me nas veias um medo capaz de correr e de fugir ao teu encontro,
Ao teu encontro permaneço num silêncio docemente.

Docemente começo a beber tua alma,
Tua alma rica e dotada de algum dom,
Algum dom a que eu desconheço imparavelmente,
Mas que nada me importa, pois, estou amando incondicionalmente!

Amando incondicionalmente ou admirando simplesmente,
Isso ainda não sei, a não ser que teu interior é belo.
Tua alma torna-se assim algo superior a ti mesmo,
Fazendo assim de mim uma alma amante!

segunda-feira, 9 de março de 2009

O Olhar


Esse teu brilho luminoso e transparente,
Transparente como a agua límpida,
Límpida como a tua alma inocente,
Inocente a alma que luta pela verdade!


Os olhos são o espelho da alma,
São eles que te entendem quando estás triste,
São eles que te alertam daquilo a que descreves,
São eles que te dizem quando amas incondicionalmente.


Perante tantas almas talvez umas mais límpidas k outras,
Umas ascendentes de anjos ancestrais,
Outras talvez tão fúteis e sem importância,
E ainda assim todas caminhando para o mesmo fim.

Um fim onde o espaço será ocupado pela luz,
Luz que nos ilumina nos momentos de incerteza,
Luz que nos conduz para um mundo de transformação,
Transformação que levará a todos á inovação.